Igualdade entre gêneros: realidade antiga, luta atual

Sabe aquela imagem clássica da mulher na pré-história?

que serve de base para historicizarem o papel subalterno da mulher?

e que muitos homens acham que deveria representar também a atualidade…

Pois é, tá muuuuito errado!

Vemos hoje muitos grupos defendendo a igualdade entre gêneros, o reconhecimento e valorização das mulheres na sociedade, a desmistificação de que o papel da mulher é apenas ter filhos e cuidar da casa – e que esse papel é de menor valia para a sociedade. Muitos que são contra essa luta acrescentam que é assim desde sempre, que a criação do homem e da mulher como seres biologicamente diferentes prova a necessidade social das mulheres cumprirem seus papeis “naturais” de mães e cuidadoras.

Porém uma pesquisa de um grupo na University College London (UCL) jogou nova luz sobre a organização social de grupos humanos. Eles concluíram que a organização social específica de grupos caçadores-coletores, que eram marcados pelo nomadismo e pela fluidez na mudança de seus membros, dividia as tarefas entre homens e mulheres e dava a ambos importância igual, possibilitando o desenvolvimento social que nos trouxe até aqui.

Igualdade de gêneros é importante dentro de um conjunto de mudanças na organização social, incluindo coisas como união monogâmica, nosso grande cérebro, e a linguagem, que distinguem os seres humanos. É um elemento importante que nunca foi ressaltado de forma apropriada. (The Guardian)

Segundo a pesquisa, a necessidade de se organizar para todas as tarefas básicas de sobrevivência, além da necessidade de formar grupos fieis e sólidos, só foi sanada ao se terem todos os membros trabalhando para aquilo, sem diferenciação entre homens e mulheres.

Nossos resultados sugerem que apenas o “casamento” (pair-bonding) não é suficiente para explicar os níveis baixos de parentescos nos grupos caçadores-coletores. Ou melhor, ambos parentesco e igualdade de gênero em tomadas de decisão residenciais agem em conjunto para pressionar o grupo como um todo, levando à convivência de indivíduos sem relações genéticas ou afinidade. (Dyble et alii, p. 797)

Isso ajuda a entender como os grupos não foram formados apenas por relações de parentesco, e sim por diversos motivos que faziam com que se juntassem. Segundo a pesquisa, ainda, era a igualdade de gênero que possibilitava que grupos diferentes, nem sempre com afinidade pessoal, pudessem viver juntos,

Uma vez que fontes hereditárias, como terras e rebanhos, se tornam determinantes para o sucesso reprodutivo, heranças baseadas em fatores de gênero e sistemas lineares começaram a se desenvolver, levando a riquezas e desigualdades de gênero. (Dyble et alii, p. 798)

Acabou aquela ideia do homem puxando as mulheres pelos cabelos e dominando-a. E é mais um passo para entendermos a propriedade privada como formadora de instituições sociais hierarquizadas e opressoras. 😉

(Voce pode baixar o arquivo da pesquisa (em inglês) diretamente deste link: Unique_social_structure_of_hunter-gather)

E mais!

Além das relações igualitárias internas, outra “descoberta” de pesquisadores sobre o desenvolvimento das comunidades de caçadores e coletores foi a grande participação de cachorros e lobos na busca por alimentos e proteção.

Segundo a pesquisa apresentada pelo jornal The Guardian, de autoria de Pat Shipman, quando os seres humanos se espalharam, principalmente para a Europa, encontraram-se com seu parentes distantes neandertais. Porém vestígios mostram que em pouco tempo os neandertais foram extintos.

A pergunta é: o que fez eles sumirem? Alguns cientistas culpam mudanças climáticas. A maioria argumenta que os humanos modernos – armados com habilidades e instrumentos melhores – foram os responsáveis. Shipman concorda com esses últimos, mas adiciona um elemento. Nós tivemos um cúmplice: o lobo.

Assim, os lobos e cachorros ajudavam a caçar bisões e alces, os homens os matavam, e eles dividam a carne. Além disso, eles ajudavam a manter longe outros animais que concorriam pelas mesmas caças, como leões, tigres e hienas.

Como conclui a autora, “humanos e cachorros de caça foram, e ainda são, uma combinação letal”.

Cachorros, os melhores amigos do homens desde o início dos tempos *-*

Saiba mais em…

Dyble, M. et alii. Sex equality can explain the unique social structure of hunter-gathered bands. Science Magazine, v. 348, n. 6236. Maio de 2015. (link do artigo no Academia.edu).

Ciência comprova que igualdade de gênero existiu na pré-história, no site da Revista Galileu.

Early men and women were equal, say scientists, do jornal The Guardian.

Sex equality can explain the unique social structure of hunter-gatherer bands, link do artigo na revista revista Science, acesso apenas com login.

How hunting with wolves help humans outsmart Neanderthals, do jornal The Guardian.


OBS: não consegui acesso ao livro da Pat Shipman, The invaders: How humans and their dogs drove Neanderthals to extinction.

Anúncios

Um comentário sobre “Igualdade entre gêneros: realidade antiga, luta atual

Opine também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s